Respostas a “O que o torna único”?

By Biron Clark

Published:

Perguntas e Respostas de Entrevista

Biron Clark

Biron Clark

Writer & Career Coach

O que o torna único - pergunta e resposta em entrevistas

Os recrutadores entrevistam muitos candidatos para cada trabalho, por isso querem ouvir o que o torna único entre os outros candidatos. E se não tiver uma resposta impressionante e confiante, pode custar-lhe a oportunidade. A seguir, veremos como responder a esta pergunta para impressionar um recrutador, incluindo exemplos de respostas de entrevistas palavra por palavra.

Porque é que os empregadores perguntam “O que o torna único”?

“O que o torna único?” não é uma pergunta com truque, e não há uma resposta “certa”. No entanto, os empregadores gostam de fazer esta pergunta aos candidatos ao cargo para ouvirem a sua própria perspectiva sobre as competências que traz para a empresa. Primeiro, pode haver algo que o recrutador não saiba sobre si, e por isso quer saber um pouco mais sobre algo que não esteja no seu currículo. Talvez tenha uma capacidade única, algumas competências transversais que outros candidatos não têm, etc. Mesmo que não, esta pergunta é uma oportunidade para mostrar que compreende a descrição do trabalho e as esperanças/necessidades do empregador à medida que contratam para esta função, e demonstrar assim porque é que é a pessoa certa.

Partilharei as respostas completas das amostras que se seguem, por isso não se preocupem se isto parecer difícil (não é).

Como responder “O que o torna único?” numa Entrevista

Para manter a sua resposta clara e concisa, recomendo que responda a esta pergunta de entrevista com uma única habilidade ou traço que o torne único. Pode mencionar aptidões técnicas/habilidades únicas, competências transversais, traços de personalidade chave, experiências, atributos pessoais, ou qualquer outro fator que o torne um candidato excepcional… e diferente dos outros que procuram emprego. Pode também mencionar uma razão pela qual é apaixonado por esta indústria/trabalho, se isso for verdade. Qualquer que seja o traço ou habilidade única que mencione na entrevista de emprego, escolha algo que seja verdade, para que possa falar com firmeza e confiança sobre isso.

(Aqui está um artigo completo sobre como responder com confiança às perguntas numa entrevista).

Não diga que traz capacidades de comunicação excepcionais se for um comunicador médio. O recrutador terá atenção a isso. A sua resposta será bem mais impressionante caso se prepare com antecedência e escolha uma razão genuína que o faça sentir-se único para o cargo.

Isto significa que é necessário:

  • Estudar a descrição das funções.
  • Pense nas suas experiências/realizações/capacidades anteriores e de que forma isso pode torná-lo no melhor candidato.

A seguir, vejamos alguns exemplos de respostas para o ajudar a formular a sua própria resposta.

Respostas de amostra para “O que o torna único”?

Exemplo de resposta 1:

Uma característica que me torna único é a minha capacidade de me relacionar bem com todos os tipos de pessoas e personalidades. Trabalhei no serviço ao cliente de retalho, chegando até à gestão de contas de clientes de grandes empresas no meu último trabalho. Posso relacionar-me com um trabalhador da construção civil tão facilmente como posso relacionar-me com um advogado ou médico da empresa. Vi que a vossa descrição de funções para este papel realça as capacidades de comunicação, e a variedade de clientes que o vosso negócio alcança. Portanto, essa é uma razão pela qual me sinto um forte candidato ao cargo, e posso ter algumas competências e antecedentes únicos que outros candidatos não têm.

Exemplo de resposta 2:

Uma das minhas competências únicas é que sou um antigo programador de software. Entrei no design de produtos porque sou apaixonado por esta área, mas ainda sou capaz de criar códigos e scripts para automatizar tarefas, e continuo a abordar desafios e obstáculos através da mentalidade de um engenheiro, o uma vez que realizo testes e tomo decisões baseadas em dados. Esta abordagem baseada em dados distingue-me de muitos outros designers e faz de mim um candidato único para o seu papel de Chefe de Design Sénior.

Exemplo de resposta 3:

Uma das capacidades que me torna único é a minha aptidão para falar em público. Gosto de fazer apresentações, falei em frente de centenas de pessoas na minha faculdade. Fiz também parte da equipa de debate da minha universidade.

Também liderei reuniões semanais de estagiários durante os meus dois estágios antes de concluir o curso, e gosto verdadeiramente de falar em frente a uma multidão. Assim, ao procurar a minha primeira posição a tempo inteiro e permanente depois de ter terminado o curso, estou ansioso por encontrar formas de empregar esta habilidade na minha carreira. Vi que a vossa descrição de funções para este cargo menciona a realização de apresentações de vendas aos clientes, pelo que esta é uma área em que sinto que seria excelente.

Exemplo de resposta 4:

Tenho uma combinação invulgar de habilidades interpessoais que sinto que me torna único. Estou constantemente a procurar melhorar, aprender com os meus erros e desafiar-me a mim próprio. E sou excepcionalmente organizado no que diz respeito ao acompanhamento dos meus resultados, progresso, e qualquer tendência no meu trabalho e produção. Desta forma, sou capaz de encontrar oportunidades de aprendizagem e lições, detectar eventuais problemas antes que estes se transformem em problemas maiores, e progredir continuamente.

Utilizo os desafios como uma experiência de aprendizagem e procuro transformar o pequeno erro ocasional num grande erro positivo, em vez de o encarar como algo negativo. Nos empregos anteriores, os meus gestores elogiaram muitas vezes a minha capacidade de aprendizagem rápida, de bom desempenho sem necessidade de supervisão constante, e de permanecer calmo mesmo quando alguma coisa não me corria bem. É este o conjunto de habilidades únicas que trago para este cargo.

Exemplo de resposta 5:

Penso que a minha habilidade especial é a liderança de projetos. Tenho uma capacidade natural para liderar numerosas tarefas e projetos, quer como líder direto da equipa, quer como coordenador do projeto. Penso que isto advém da minha combinação de fortes capacidades de organização e capacidades interpessoais. Sempre gostei de liderar e trabalhar num ambiente de equipa e espero continuar a encontrar empresas que valorizem a colaboração.

Revi a lista das funções e pareceu-me que a vossa empresa valoriza a contratação de pessoas com uma mentalidade colaborativa, e pessoas que possam crescer na organização e assumir uma maior liderança ao longo do tempo, por isso este cargo pareceu-me ser o ideal.

Nota: Mesmo que um empregador não pergunte diretamente: “Porque se candidata a este trabalho?” seria interessante terminar a entrevista explicando porque é que o trabalho em questão seria bom para si. Ao fazer isto, demonstra pesquisa, ponderação e preparação. Pode ver isto na resposta da amostra acima, que termina com “por isso este cargo pareceu-me ser o ideal.”

Agora que analisámos algumas amostras de respostas, quero partilhar um passo essencial que deve SEMPRE tomar ao responder a esta pergunta na entrevista…

Relacione a sua resposta com a descrição do emprego

Ao longo do processo da entrevista, o seu objetivo deve ser mostrar ao recrutador que está pronto para entrar nesta nova posição e ser bem sucedido. Muitos candidatos à procura de emprego não têm consciência disto e não o fazem. Por isso, ao descrever o que o torna único, pense: “O que me torna excepcionalmente qualificado para este papel, em comparação com os outros candidatos”? Depois, explique resumidamente as suas características únicas que poderão ser um fator positivo para a posição desta empresa. Realçar as características mais relevantes para o trabalho em questão é muito mais importante do que as competências/conhecimentos gerais. Por isso, quando responder a uma pergunta numa entrevista de emprego do género: “O que há de único em si? escolha uma habilidade ou traço da sua personalidade que possa relacionar com as necessidades da empresa. Mesmo que esteja a mudar de carreira ou a candidatar-se a uma posição júnior, procure competências transversais que possa indicar. Depois, para apresentar uma resposta ainda mais original, termine a sua resposta esclarecendo de que forma essa capacidade o ajudará a realizar uma ou mais tarefas que a descrição do trabalho destaca.

Repare isto nos exemplos de respostas acima.

Por exemplo, o primeiro exemplo de resposta na entrevistas de emprego termina com a frase:

Vi que a vossa descrição de funções para este papel realça as capacidades de comunicação, e a variedade de clientes que o vosso negócio alcança. Então, essa é uma das razões pelas quais me senti um forte candidato ao papel.

Esta pergunta da entrevista não é apenas sobre si; é sobre como poderá ajudar o empregador e o recrutador. O seu desempenho na entrevista será superior ao da maioria dos outros candidatos à vaga, se explicar ao recrutador porque é que as suas competências são adequadas à respectiva descrição de funções, mais concretamente. Esta é uma das melhores dicas que posso dar para quem procura emprego, e vai muito além de responder a esta única pergunta na entrevista. Para ver todas as minhas melhores dicas de entrevista, leia este artigo.

Evite Respostas Vagas, Não-Específicas

Ao responder a esta pergunta na entrevista, é melhor dar exemplos detalhados e específicos do que o torna único. Repare como no exemplo acima, foram mencionadas competências específicas. Por exemplo, ao falar com grandes grupos de pessoas. Ou assumir uma postura de engenharia na concepção do produto. Volte atrás e reveja as respostas dos exemplos acima caso as tenhas ignorado anteriormente.

O resultado final é:

Em geral, ao responder, “O que o torna único?” evite afirmações gerais como, “Sou um trabalhador esforçado“, e seja mais específico. Porque é que isto importa? Primeiro, cada candidato a emprego afirma ser um trabalhador esforçado. Muitos candidatos fazem afirmações gerais como esta. Os recrutadores estão cansados de ouvir e já é algo irrelevante. Em segundo lugar, uma resposta geral, não-específica, não mostra com clareza ao responsável de recrutamento, de que forma irá contribuir para a empresa caso seja contratado. Dê exemplos mais específicos para mostrar porque é que é o melhor candidato. Em vez de dizer: “Sou um trabalhador esforçado” (como todos os outros candidatos) poderia dizer:

Algo que me torna único é a minha capacidade de organização. Tudo o que esteja relacionado com organização, entusiasma-me. Adoro criar sistemas, modelos, e outras ferramentas para poupar tempo e me tornar mais eficaz no trabalho. No meu último trabalho, criei um novo sistema de agendamento e acompanhamento de interação com os clientes que me permitiu poupar duas horas diárias.

Esta resposta demonstra muito mais a um recrutador do que uma afirmação geral como, “Sou muito organizado”. Os empregadores acreditarão nas suas afirmações e compreenderão melhor o que diz, caso ouçam exemplos concretos, por isso tente dar uma resposta como a do exemplo acima. De facto, o conceito acima é um dos melhores conselhos de entrevista e de carreira que lhe posso dar em geral.

Partilhe mais detalhes e seja mais específico no seu currículo, nas suas respostas na entrevista, na sua carta de apresentação (se a enviar), e fará com que os recrutadores o vejam como um candidato ideal.

Leve o seu tempo ao responder

Não há necessidade de responder demasiado depressa ou precipitar-se quando lhe perguntarem o que o torna único. Trata-se de uma pergunta complicada e é totalmente aceite dizer: “Essa é uma grande questão. Deixem-me pensar por um segundo. Quero dar-vos uma boa resposta.” Isto dá-lhe tempo para considerar os valores da empresa, a atitude/personalidade do recrutador, quaisquer tópicos ou requisitos de emprego que já tenha discutido nesta entrevista de emprego, etc. Por isso, leve o seu tempo a formular a sua resposta a esta pergunta. Não se trata de uma corrida para responder, e uma vez dito, não é possível voltar atrás!

Conclusão: Respondendo ao “O que o torna único”? Pergunta de Entrevista

Se ler as dicas acima, sabe agora como responder: “O que o torna único? Pode partilhar competências chave, traços de personalidade, ou outras qualidades profissionais ou pessoais que o tornam único e que mostrem o quão bem preparado está para desempenhar a função em causa. O importante é ser específico e partilhar exemplos concretos.

Se demonstrar ao recrutador que compreende as suas necessidades (baseadas na descrição da função) e de que forma poderá ajudar a empresa, então está a dar uma boa resposta.

Perguntas relacionadas e exemplos de respostas:

 


Biron Clark

Sobre o autor

Leia mais artigos de: Biron Clark


Criador de Currículos 100% gratuito

Não é necessário assinar ou fazer qualquer pagamento